quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

«IMAGINE CREATE SUCCEED»

«Ser-se Empreendedor não é sinónimo de ser-se empresário. Ser-se Empreendor não é esperar que oportunidades surjam sem nada buscar por encontrá-las. Ser-se Empreendor é sim lutar e nunca desistir. Inovar. Criar a mudança. Buscar respostas a novos problemas, transformando incógnitas em eficazes soluções. É sonhar. Sonhar alto. Sonhar, porém, com os pés na terra, sabendo que o esforço e dedicação são a chave e o caminho para o sucesso. Ser-se Empreendor é ver mais além, procurar mais além, conquistar mais além. É ter novas ideias. Rabiscar, labutar, com a certeza de que o trabalho frutos dará. É não parar. É continuar mesmo quando tudo aponta uma derrota. É saber que a linha de chegada é apenas o ponto de partida para uma nova corrida e novas descobertas.»       

                 

Esta foi, entre outras, uma das importantes lições aprendidas num projeto que contou com a participação da Escola Sec. Dr. Joaquim de Carvalho.


Na passada sexta-feira, a Escola Sec. Dr. Joaquim de Carvalho participou pela primeira vez num projeto - «Imagine Create Succed» -  levado a cabo pela associação Realiza.te. A primeira fase deste projeto consistiu numa Teen Talk, na qual duas turmas do 3º Ciclo e Ensino Secundário testemunharam uma palestra que contou com a ilustre presença de Ana Martins e Manuel Marques, criadores da marca Cotton City Lisbon.
Os palestrantes, através de uma demonstração de todo o processo de criação da marca, partilharam a sua experiência enquanto empreendores. Ensinaram, por isso, a comunidade Joaquim de Carvalho, motivando-a para aquilo que é o vasto conceito de empreendedorismo.
Esta foi uma ação muito proveitosa, da qual os alunos saíram inspirados e decididos a inserirem a tão inovadora ideia nas suas vidas. A 1ª fase deste projeto foi portanto um sucesso – e a prova disto mesmo é a aprendizagem de que ser-se Empreendedor é buscar resiliência, criar mudança  e viver com a certeza da contribuição para a criação de um mundo melhor.

                                                              Filipa Fernandes, Margarida Pena, Maria Nunes, Laura Vicente, 9ºF

      

Alunos da Joaquim de Carvalho lançam onda de solidariedade


A turma D do oitavo ano da nossa escola está a desenvolver diversos projetos de solidariedade no âmbito da disciplina de Projeto de Cidadania e Desenvolvimento e sob a orientação da professora Isabel Lucas (diretora de turma).

Os alunos organizaram-se em torno de diferentes projetos. Assim, um grupo está a desenvolver o projeto "De crianças para crianças",  que pretende proporcionar um momento de alegria às crianças e adolescentes de um lar de raparigas da cidade. Visa a recolha, até final de janeiro, de livros e de outros bens, em diferentes locais da cidade, além da escola, pastelaria "Receita Fresca", loja “Acquarelle”, ginásio “Arena Fitness” e restaurante "Barracão".
Outro grupo está a dinamizar o projeto “As crianças também ajudam”, tendo como propósito a realização de uma visita a um lar de idosos, seguida de um lanche em alegre convívio.
Outros alunos desenvolvem o projeto “Operação Barriga Cheia”, que visa ajudar a APAFF (Associação de proteção animal da Figueira da Foz) a combater a falta de recursos com que se debate. Este mês, têm procedido à recolha de diversos bens (alimentos, produtos de higiene, taças, trelas…) que se destinam à instituição.
Por fim, está a decorrer, até 15 de maio, o projeto “Tampinhas”, cujo objetivo consiste em recolher o maior número de tampas de plástico, com vista à aquisição de cadeiras de rodas para doentes com esclerose múltipla. Estes alunos apelam a todos que contribuam, entregando as tampas na Escola.
Com estes exemplos, fica patente que qualquer um, e em qualquer idade, pode fazer a diferença e contribuir para melhorar um pouco o mundo à sua volta. Basta, apenas, ter a simples vontade de ajudar! 

Laura Sarmento, 12ºD

Talentos escondidos

O Sinal desvenda talentos da comunidade escolar

O Sinal foi conversar com a D. Licínia, responsável pelos originais arranjos florais que ornamentam os espaços usados aquando da realização de cerimónias na nossa escola. A nossa dedicada auxiliar deu-nos a conhecer, numa pequena entrevista, a sua grande paixão pelas artes decorativas, que afirma dever-se ao seu gosto “de embelezar o ambiente”.

O gosto pela decoração de espaços acompanha-a desde sempre, mas confidenciou-nos só recentemente ter tido possibilidade de dar vida a este seu passatempo. Utiliza materiais simples, tais como flores, esponjas e “tacinhas” e sobras da florista que reutiliza para dar forma às criações artísticas que deslumbram toda a comunidade escolar. Afirmou também não recorrer a ideias alheias, usando apenas a sua imaginação, embora não deixe de observar as decorações dos arranjos de lojas da especialidade. Lamentou dispor de pouco tempo para a execução das suas obras, não abdicando contudo do prazer que estas lhe proporcionam.
Esta discreta artista, autora destas talentosas criações, confessou a sua predileção por frésias, tulipas e rosas, mas sonha ter um jardim com flores de todas cores, cheiros e formas.





Laura Santos, 8ºD
Gabriela Santos, 11ºA


quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Escola participa na 3ª edição do Projeto “Engenheiras por um Dia”

No âmbito do projeto "Engenheiras por um Dia", realizaram-se, na quinta-feira, dia 12 de dezembro, duas sessões dinamizadas pelas alunas do Instituto Superior Técnico de Lisboa, Ana Lúcia Barriga (de engenharia biomédica) e Filipa Pedro (de engenharia biológica). Estas sessões contaram com a participação de 58 alunas do 9º ano da nossa escola. Pretendeu-se dar a conhecer às nossas alunas algumas áreas da engenharia e desmistificar estereótipos e preconceitos associados à escolha destes cursos por parte das mesmas. 
Foi mostrado um vídeo introdutório, seguindo-se alguns esclarecimentos sobre o que é ser engenheira e quais as atividades inerentes a esta profissão. Seguidamente, as alunas aceitaram o desafio de construir foguetões que, com a ajuda de uma bomba de ar, descolaram, no Pátio das Cerejeiras, perante o entusiasmo geral das participantes. Para finalizar, participaram num jogo de Verdade ou Mito, que veio ajudar a clarificar algumas questões ligadas à igualdade de género e de oportunidades. 
Trata-se já da 3ª edição deste projeto, tendo a nossa escola vindo a participar desde a 1ª edição. O projeto "Engenheiras por um Dia" é promovido pelo Governo Português e está integrado na Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação – Portugal Mais Igual, estando a sua coordenação técnica a cargo da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, em parceria com a Carta Portuguesa para a Diversidade, o Instituto Superior Técnico e a Ordem dos Engenheiros.





3.º Encontro de Ginástica Acrobática na Joaquim de Carvalho




Na passada 3.ª feira de manhã, 17 de dezembro, no pavilhão gimnodesportivo da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, realizou-se o 3.º Encontro de Ginástica Acrobática com a participação de cerca de 250 alunos do 11° e 12° ano, que encantaram toda a comunidade escolar com as suas apresentações plenas de criatividade, ritmo e acrobacias.
A Inês Cruz do 11°E e o Filipe Gomes do 12°F abrilhantaram o evento, interpretando dois temas musicais que emocionaram as centenas de alunos que se deslocaram ao pavilhão desportivo para assistir ao encontro.
Na classificação final, o primeiro lugar foi atribuído ao 12°A, com um grupo constituído pelo Afonso Neves, Francisco Cardoso, Ian Chande, João Bexiga, Miguel Martins, Miguel Simões e Xiang Fui.
Esta modalidade, um pouco esquecida durante alguns anos, volta a atrair praticantes e público, do que é exemplo este 3.º Encontro de Ginástica Acrobática.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Ode à matemática

Faço um teste de Matemática!
Escrevo ferozmente números
E sinais e limites!
Ó limites, vocês resultam-se
E calculam-se e indeterminam-se
Tão lindamente!
E zeros e infinitos!
E multiplicações e divisões!
Que raiva das vossas
Combinações e que amor às
Vossas propriedades!


Vocês existem porque vos existiram
E eu existo para vos destrinçar a existência!
Perfeições! Que rebentam a minha cabeça
Como balas de canhões!
As vossas variáveis
Endoidecem-me e enlouquecem-me,
E eu amo e adoro
Ensandecer à vossa custa!


Ó limites, resolvei-vos ante meus ais!
O meu cérebro compõe-se de exponenciais
E os meus nervos são feitos de funções!
Ah! Sangro gráficos das feridas
Abertas pelas afiadas simetrias!
E dói e arde e é belo!


(Ah… se este binómio discriminante
Fosse maior do que zero e a raiz fosse possível!
O ardor da tua impossibilidade não
Me atormentaria e o meu cérebro
Não queimaria tão violentamente!)


E emerge à minha mente uma
Esquizofrenia latente! E vejo desfilar,
Dormente, Pitágoras, Gausses e Eulers,
Todos à minha frente!

Ó Matemática, se eu me pudesse inteirar de ti completamente!...

                                                                                                                 João Domingues, 12ºB

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Escola participa na 5ª Edição do Campeonato Nacional de Literacia 3Di

      Mais uma vez a escola Joaquim de Carvalho participou no Campeonato Nacional de Literacia3Di, lançado pela Porto Editora, nas vertentes de Leitura (alunos do 7º ano) e Inglês (alunos do 8ºano). Ao lançar este campeonato, que vai já na sua quinta edição, a Porto Editora pretende "contribuir para o desenvolvimento educativo, pessoal e social dos jovens."
     A nossa escola participou com um total de 84 alunos inscritos a Leitura e 132 a Inglês. Este desafio pelo conhecimento tem 3 fases – local, distrital e nacional – e inclui provas interativas disponibilizadas através da plataforma online Escola Virtual.

Laura  Nunes, 8ºD
Laura Santos, 8ºD