quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Entrevista a Telma Santos, Campeã Nacional de Escalada


BI

Idade:15 anos
Naturalidade: Figueira da Foz
Residência: Figueira da Foz
Escola: Secundária Dr. Joaquim de Carvalho
Passatempo favorito:Montanhismo
Profissão futura: Investigadora criminal

Há quanto tempo praticas montanhismo?
Há seis anos.

O que te levou a escolher este desporto?
Eu não conhecia o desporto, até que tive uma experiência com escalada. Gostei imediatamente. Comecei a ir aos treinos, enquadrei-me e percebi que era a minha vocação.

Dentro da modalidade, tens algum ídolo?
Uma escaladora inglesa de nome Shauna Coxsey.

Alguma vez pensaste chegar tão longe?
Não. Quando comecei, pensava que seria apenas um passatempo e nunca pensei que integraria a Seleção Nacional.

Como surgiu a oportunidade de integrares a Seleção Nacional?
Comecei a fazer escalada como um hobby, até que o meu treinador me convidou a integrar a FPME.
Comecei a fazer provas pelo país e consagrei-me campeã nacional de escalada dois anos seguidos (2015-2016). Quando me tornei campeã em 2015, participei num estágio para a Seleção Nacional de Jovens de Escalada, e consegui entrar.

Quanto tempo dedicas ao treino?
Treino três vezes por semana, no Paião. Os treinos têm a duração de três horas Nas férias treino cinco dias por semana.

Tens alguma mensagem  para os leitores do Sinal?
A escalada é um excelente desporto que todos devem experimentar. É um desporto radical e existe muito convívio, mesmo entre equipas rivais.





















David Vaz, 7º C
Ana Filipa Pereira, 7º E
Maria Alhinho, 7ºE
Bernardo Francisco, 9ºA
Raquel Almeida, 10ºE
Tiago Gomes, 10ºC

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Joaquim de Carvalho assina Protocolo do Projeto-Piloto “Engenheiras por um Dia”



O Diretor da Escola , Dr. Carlos Santos, no momento da assinatura do protocolo
No passado dia 10 de outubro, no Observatório Centro Ciência Viva, em Coimbra, realizou-se a sessão de lançamento do projeto-piloto “Engenheiras por um Dia”. Nesta sessão foi firmado o protocolo de colaboração entre todas as entidades envolvidas, entre as quais a Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, que contou com a presença do Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita.
Este Projeto tem como objetivo combater a segregação das ocupações profissionais em razão do sexo, e, sustentado numa nova legislação, agir na identificação dos fatores não escritos, decorrentes de estereótipos de género, presentes nas práticas das organizações.


As professoras Anatilde Gomes e Júlia Seiça, dinamizadoras do Projeto
na Escola Joaquim de Carvalho
«Engenheiras por um Dia» resulta de uma parceria com o Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa, a Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres e 10 escolas a nível nacional, a que aderiram a IBM Portugal, a Siemens e a Microsoft Portugal, como entidades patrocinadoras.
Assente em cinco pilares - paridade nos cargos de decisão (já em vigor), segregação ocupacional (nas profissões), disparidades salariais, parentalidade e conciliação da vida pessoal, familiar e profissional - «Engenheiras por um dia» assinala o Dia Internacional das Raparigas, celebrado a 11 de outubro. Instituída pelas Nações Unidas, esta data visa prevenir o futuro agravamento das discrepâncias entre os sexos quanto a rendimentos, possibilidades de carreira e oportunidades de ascensão a cargos de liderança nas áreas da Engenharia e Tecnologias. 
«Engenheiras por um Dia» destina-se a alunas do ensino secundário (10.º e 11.º anos, da área de Ciências e Tecnologias) e a alunas do 3.º ciclo do ensino básico (a inscreverem-se em cursos profissionais). 
Em cada escola onde decorrerá esta experiência, haverá um conjunto de desafios propostos pelo IST e dinamizados por uma equipa de alunas do Instituto. Ao longo do ano, cada escola desenvolverá o seu projeto através das atividades mais adequadas à sua comunidade. 
Na Escola Dr. Joaquim de Carvalho a dinamização do projeto estará a cargo das Professoras Anatilde Gomes e Júlia Seiça.
O Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita               

Dinossauros recebem a visita dos alunos do 10º ano



Nos passados dias 19, 20 e 22 de setembro de 2017, os alunos do 10º ano da nossa escola, turmas A, B, C e H1, acompanhados pelas respetivas professoras e pela assistente operacional do Departamento, foram visitar a Exposição “ Os Dinossauros visitam a Figueira”, que se encontra no Pavilhão Multiusos, sito no Parque das Gaivotas, nesta cidade.

Para além de sensibilizar os alunos à iniciativa da Câmara Municipal da Figueira da Foz, na candidatura a apresentar à Unesco para a classificação do Geoparque Jurássico do Cabo Mondego a Património Mundial, a temática abordada faz parte dos conteúdos programáticos da disciplina de Biologia e Geologia deste ano de escolaridade.

A deslocação foi feita em autocarro gentilmente cedido pela Câmara Municipal.

A referida Exposição foi dinamizada por Monitoras do Exploratório do Centro de Ciência Viva de Coimbra, às quais agradecemos toda a disponibilidade apresentada.

As professoras Ana Isabel Rola, Ana Paula Augusto, Emília Simões e Isabel Sineiro.

Ex-Aluno da Joaquim de Carvalho recebe Bolsa de Melhor Caloiro



No passado dia 4 de outubro, no auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro, no decurso da cerimónia de abertura do ano letivo, foi atribuída a Bolsa de Melhor Caloiro ao ex-aluno da Escola Dr. Joaquim de Carvalho, Francisco Pires de Oliveira, que entrou no Curso de Engenharia de Computadores e Telemática com a média de 17, 8 valores. Nesta cerimónia estiveram presentes o Reitor da UA, Prof. Doutor Manuel Assunção, o Presidente da Associação Académica Xavier Vieira, e o Presidente do Conselho de Curadores da UA Prof. Doutor Correia de Campos.

Esta bolsa visa incentivar e retribuir o excecional mérito académico dos estudantes e celebrá-lo junto de todos os intervenientes e responsáveis pela sua promoção. Neste contexto, o ato de entrega da bolsa ao aluno contou com a presença do Diretor da Escola Dr. Joaquim de Carvalho, Dr. Carlos Santos.






















quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Dia do Diploma 2017




Ricardo Santana  e Márcia Ferreira

Na passada sexta-feira, dia 29 de setembro, decorreu, no Auditório Dr Joaquim de Carvalho, a sessão solene de entrega de diplomas aos alunos que concluíram o ensino secundário e aos alunos dos Quadros de Valor e Excelência.
Perante um auditório repleto, mais de 200 alunos foram chamados a receber o diploma de conclusão do 12ºano e um impressionante número (265) viu o seu trabalho reconhecido, com merecidos prémios de mérito (valor e excelência). Foram muitos os aplausos por parte de alunos, pais, professores e funcionários.
Foram ainda distinguidos os dois melhores alunos do 12º ano: Ricardo Santana, do ensino regular, que terminou o curso de Ciências e Tecnologias com média de 20 valores, e Márcia Ferreira, do ensino profissional, que terminou o Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos, com 17 valores.
A cerimónia contou com alguns momentos musicais protagonizados por artistas da casa.

É com bastante orgulho que o Sinal felicita todos os alunos premiados!

Foto da mesa: (da esq. para a dir.) Presidente da Associação de Pais e Encarregados
de Educação da Escola, Dr. Rascão Marques, Vereador da Educação, Dr. António
Tavares, Representante do Conselho Geral, Dr. Fernando Lopes,  Diretor, Dr. Carlos
Santos e  representante da Associação de Alunos, Beatriz Ferrão.

Quadro de Excelência do 7ºano

Quadro de Excelência do 8ºano

Quadro de Excelência do 9ºano

Quadro de Excelência do 10ºano

Quadro de Excelência do 11º ano

Quadro de excelência do 12º ano


Duarte Silva
Beatriz Menano
Pedro Martins
Pedro Santos



Valor e Excelência
7º ano

8º ano

9º ano

10º ano

10º ano

11º ano

11º ano

11º ano

12º ano





quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Dia Europeu das Línguas na Joaquim de Carvalho

No dia 26 de setembro, a nossa escola comemorou o Dia Europeu das Línguas.
Durante os intervalos, os alunos foram convidados a escrever a sua palavra predileta numa língua europeia à sua escolha. Estas palavras foram, em seguida, colocadas numa língua gigante estrategicamente situada no átrio. E, como recompensa, serviram-se as bem conhecidas línguas de gato! 
Aqui ficam algumas das palavras favoritas dos nossos alunos!


David Vaz, 7ºC
Ana Pereira, 7ºE
Joana Ferreira, 7ºC
Henrique Louro, 10ºC

 

 

Joaquim de Carvalho coloca 92% dos alunos no ensino superior 77% na 1ª e 2ª opções



Dos 190 alunos da Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho que se candidataram ao ensino superior, 175 (92%) foram colocados na 1ª fase de candidatura ao ensino superior, sendo que deste universo 54% entraram na 1ª opção e 23% na 2ª.
Os cursos que mereceram a preferência dos alunos foram Enfermagem com 10 entradas, Gestão com 6, Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Informática, Ciências Farmacêuticas e Medicina com 5, Economia, Informática de Gestão, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores e Engenharia Física com 4, e, por fim, com 3 entradas, os cursos de Estudos Gerais, Design, Direito, Turismo e Arquitetura.
Quanto à preferência dada aos estabelecimentos de ensino superior, esta recaiu claramente sobre a Universidade de Coimbra, em especial a Faculdade de Ciências e Tecnologia com 14 alunos, seguida da Universidade de Aveiro com 10 alunos e a Universidade de Lisboa - Instituto Superior Técnico com 8 e o Instituto Politécnico de Coimbra, Escola Superior de Educação e Instituto Superior de Engenharia, com 9 e 8 entradas, respetivamente.
De destacar, ainda, que houve dois alunos que entraram em Engenharia Aeroespacial, no Instituto Superior Técnico, curso que regista a média de acesso mais elevada.

Mais uma vez, estes resultados são motivo de orgulho para a Joaquim de Carvalho e para o concelho, na medida em que constituem o corolário do trabalho, em primeiro lugar, dos alunos, desta Escola e também de muitas outras do concelho, que foram formando os alunos nos níveis de ensino precedentes.